set
16
2011

Bienal do Livro e outros 1000 lugares para conhecer antes de morrer

Interessada em ouvir a Patrícia Schultz, que escreveu o livro “1000 lugares para conhecer antes de morrer”, que fui pela primeira vez na Bienal do Livro, no Rio. A autora foi convidada para participar do Café Literário, juntamente com Heloísa Seixas e Ruy Castro, que escreveram “Terramarear”.  Eles falaram sobre suas viagens pelo mundo e a melhor maneira de aproveitar cada momento.

Fiz um videozinho despretensioso sobre meu passeio pela 15ª edição da Bienal do Livro. Vale lembrar que foi também minha primeira vez como editora (que orgulho de mim: eu apertei todos os botões e sincronizei tooodas as imagens e áudios)! E as imagens, captadas pela minha própria pessoa, são de um… celular, rsrsrs. Espero que gostem :)

Obs.: A trilha sonora do vídeo é “Café Fraco” da banda Dom Brás.

Posts Relacionados

Sobre o autor: Débora Bordin

Tenho mais (bem mais) de 30, sou jornalista (diplomada), radialista, blogueira, especialista em comunicação empresarial e de turismo sustentável, sagitariana, corintiana, matucha-pantaneira-carioca e turista. Apesar de tudo isso, uma boa moça.

4 Comentários+ Comentar

  • Estive na mesma entrevista no Café Literária sentada ao seu lado pelo ângulo da sua câmera. “Descobri” Patricia Schultz ao acaso, como foi por acaso que entrei nesse horário e me felicitei pela coincidência de ver meus amigos Ruy Castro e Heloisa Seixas. Parabéns pelo vídeo e pela materinha. Valeu.

  • Onde está seu sotaque carioca que eu estava doida para ouvir !!??????????????????????????rs

    • Kkkkkkk…
      Estou carioca, mas o “sotaco” é pantaneiro! :)

Seu comentário